Aos educadores, nosso justo reconhecimento | UniCarioca | Centro Universitário Carioca

Vestibular 2022.1

Inscrições Abertas

  *Consulte condições

Nós te ligamos

Acontece
Notícias

Artigos

Aos educadores, nosso justo reconhecimento

06/09/21

Por Celso Niskier,

Na essência, educador é a pessoa responsável por coordenar os processos de ensino e aprendizagem. Por isso, ao ouvirmos essa palavra, é comum remetermos imediatamente à figura do docente. Contudo, hoje quero falar dos educadores que atuam em outras esferas de influência e são figuras essenciais para o fortalecimento e o desenvolvimento da educação em um contexto amplo e irrestrito.

Falo de pessoas como os professores Arnaldo Niskier e Maria Helena Guimarães de Castro e o senador Izalci Lucas que, no último dia 31 de agosto, foram homenageados com a Ordem do Mérito ABMES da Educação Superior. A outorga da comenda aos novos agraciados encerrou as celebrações pelos 39 anos da Associação.

Os três são prova viva de que a atuação por uma educação de qualidade e com acesso democrático precisa se dar em diversas esferas para além do espaço escolar. Aliás, trata-se de uma atuação tão importante quanto, pois incide em questões que impactam diretamente na elaboração das políticas públicas e diretrizes que norteiam as práticas educacionais no país.

Nos ambientes cultural e acadêmico, não foram poucas as colaborações do professor Arnaldo Niskier, que desde 1984 ocupa uma das ilustres cadeiras da Academia Brasileira de Letras (ABL), instituição que presidiu entre 1998 e 1999. Com uma vida dividida (ou complementada) entre o jornalismo e a docência, integrou projetos e estudos pioneiros para o desenvolvimento da educação no Brasil, como o que resultou na implantação da educação a distância no Programa Nacional de Teleducação (Prontel) e da Universidade Aberta no Brasil, ambos no âmbito do então Ministério da Educação e Cultura. Ele também integrou os conselhos Federal e Nacional de Educação e, mais recentemente, presidiu a comissão julgadora das 4 edições do Prêmio ABMES de Jornalismo.

Com ampla carreira na docência, a professora Maria Helena Guimarães de Castro também tem uma atuação de destaque no âmbito governamental. Nas últimas décadas, nos acostumamos a ver seu nome em postos estratégicos da política educacional, como secretária executiva do Ministério da Educação, presidente do Inep e secretária Nacional de Ensino Superior. Atualmente preside o Conselho Nacional de Educação (CNE), conduzindo o órgão a uma atuação de destaque no debate e nos encaminhamentos relativos à retomada das aulas presenciais, bem como sobre novos modelos e metodologias educacionais, como a educação híbrida que vem se apresentando como o caminho a ser seguido no mundo pós-pandemia.

Na esfera política, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) sempre se apresentou como um forte defensor da educação. Antes de ingressar na política em si, ainda na década de 1990, presidiu o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do DF (Sinepe) e criou o programa Cheque-Educação, que posteriormente serviria de modelo para o desenvolvimento do ProUni. Em março deste ano, quando o Congresso Nacional votou uma nova PEC Emergencial para a concessão de novo auxílio para cerca de 40 milhões de pessoas, emendas do senador Izalci Lucas garantiram a manutenção dos recursos para a educação e excluíram o ProUni da redução dos benefícios tributários concedidos pela legislação vigente.

São, portanto, pessoas que se destacam no exercício de suas funções, contribuindo para o desenvolvimento da educação ao longo do tempo e também no período mais desafiador deste volátil século 21.

Seja diante de situações que colocaram em risco a formação educacional de milhões de estudantes brasileiros ou na busca incansável pela inovação e pela democratização da educação, para o país é um privilégio poder contar com indivíduos tão apaixonados e empenhados na agenda educacional.

Para a ABMES, é uma grande honra contar com o aceite dos três para integrarem o seleto rol de agraciados com a comenda ofertada pela Associação. Que a educação siga inspirando e motivando pessoas na convicção de que somente por meio dela seremos conduzidos a um cenário de maior igualdade e prosperidade.

Fonte:  ABMES